Num contexto europeu de mutação urbana, questões sobre o conhecimento, gestão e valorização do património das cidades impõem-se com grande entusiasmo. Por isso mesmo, Toulouse (França), Elche (Espanha) e Coimbra (Portugal) decidiram partilhar as suas experiências nesse domínio através do projecto MEMURBIS.

A exposição MEMURBIS propõe, então, um ‘mergulho’ na memória das cidades e apresenta diversas acções e inovações empreendidas pelos parceiros através de três temáticas : olhar,estudar e organizar.


Coimbra, 1567 Olhar a cidade é descobrir uma paisagem singular adaptada pelo homem e moldada pelos constrangimentos geográficos de um local. Esta paisagem urbana na qual se combinam épocas e estilos fascina artistas e cientistas. As representações que nos deixaram testemunham múltiplas concepções da cidade que se sucederam ao longo dos séculos.



Toulouse, 1886 O estudo do património de uma cidade restringiu-se, durante muito tempo, ao estudo dos seus monumentos. Quer sejam públicos ou religiosos, civis ou industriais, são monumentos únicos, quer do ponto de vista estético, quer ao nível das memórias que transmitem. Concebidos desde a sua origem enquanto edifícios monumentais, os que sobrevivem até aos dias de hoje iluminam um bairro e por vezes mesmo uma cidade inteira.

Elche, 1279

Organizar a cidade para que evolua com harmonia, é ter em conta todas as suas componentes : humana, arquitectónica ou urbanística. Para compreender a sua evolução no espaço e no tempo é preciso recorrer a instrumentos de conhecimento e de análise. Estudar a memória da cidade contribui para melhor conceber as intervenções no futuro.




Datas e locais da exposição :

  • 11 Dezembro 2007- 11 Janeiro 2008 em Coimbra
  • 12 Março – 12 Abril 2008 em Elche
  • 2 Junho – 12 Julho 2008 em Toulouse

Anúncio